Ajuste as velas - Edição Julho 2018

Rate this item
(1 Vote)

Como são felizes os que em ti encontram força e os que são peregrinos de coração! Ao passarem pelo vale de Baca, fazem dele um lugar de fontes; as chuvas de outono também o enchem de cisternas. Prosseguem o caminho de força em força, até que um se apresente a Deus em Sião (Salmo 84.5-7).

Felizes são os que encontram força em Deus e não estão presos a nada. Como diz a Bíblia, são peregrinos de coração, sabem que tudo passa. Quando passam pelo vale de lágrimas, transformam em bênçãos e seguem o caminho, de força em força. Não focam as circunstâncias,  as dificuldades, mas sim, as oportunidades e, muitas vezes, um momento difícil é um teste, é a oportunidade de revelar a sua fé!

O que você acredita é o que vai impulsioná-lo na vida. Se você acre- dita que pode transformar o vale de lágrimas num vale de bênçãos, assim será. Muitos focam mais no que acontece do que o que podem tirar desse acontecimento, e o que fazer com o que lhes sobreveio. Veja o que acontece com o veleiro: não é a direção do vento que determina o seu destino, mas sim, a posição das velas! É fato que o vento sopra para todos, o vento da dificuldade, o vento da oportunidade, o vento favorável e o vento desfavorável. E quem vai chegar? Aquele que posicionar bem as velas! 

Se no ano passado você não posicionou bem as velas, você pode posicioná-las bem neste ano: as velas do pensar certo, do crer, do agir corajosamente; corrigir erros, adquirir novas disciplinas, mesmo porque as disciplinas pessoais são transformadoras; gestão de tempo, disposição em aprender, mudanças na personalidade, não arrumar desculpas, começar do lugar onde está e com o que tiver. Crer que Deus está sempre cuidando de tudo e você pode contar com o favor, com a misericórdia e com a bênção do d’Ele!

 Deus está presente e não nos manda fazer algo sem nos dar suporte. Não nos manda fazer nada que não possamos suportar. A Sua Palavra garante que em todas as coisas somos mais que vencedores e que tudo é possível ao que crê. O que é impossível para o homem, é possível para Deus. Nada é impossível para Deus! Como tudo é possível para Deus, o que temos que fazer, então, é cooperar e no lugar da dúvida, confiar! No lugar do medo, coragem! Se quisermos mudar, podemos; e se quisermos resultados diferentes é preciso mudar hoje!. Tirar o foco de todas as dificuldades e colocá-lo em cada oportunidade, porque em cada dia nós temos novas oportunidades de fazer o que tem que ser feito e não apenas tudo o que você puder mas, o melhor que você puder. 

A Bíblia diz em 2 Timóteo 1.7, que Deus não nos deu espírito de covardia, mas de poder, de amor e de equilíbrio. A Bíblia diz que Deus nos deu o espírito de poder, coragem, então nós temos coragem; de amor, portanto, nós temos unção para amar e perdoar; de equilíbrio, que é disciplina. Nós temos, basta fazermos uso!

A disciplina faz milagres, faz um espírito estável, consistente, continuísta, é realmente transformador! Não negligencie o que pode fazer, nem descuide do que você pode fazer hoje. Não deixe a displicência fazê-lo atrasar no caminho para uma vida abençoada. Nós temos respaldo bíblico que quando damos a Deus o que Ele pede e cooperamos em fazer a nossa parte, a vida é totalmente mudada, o que significa que você pode ser uma pessoa influente, rica, saudável, realizada, plena e completa. Jesus falou em João 10.10 que,“Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância”.

Não culpe o vento! Posicione as velas! Você é quem escolhe como vai viver a sua vida. Chega de perguntar, “O que vão fazer por mim?”. Pergunte sim, “O que vou fazer por mim e por outras pessoas?”. Para as coisas mudarem, nós precisamos mudar!. Aprendemos com a Palavra de Deus que nada é difícil demais. Nós podemos fazer! Tiramos o foco dos problemas e colocamos em mais capacidade! Tiramos o foco do que é difícil e buscamos ser melhores. Buscamos mais sabedoria para enfrentar os desafios, porque os desafios são muito importantes. 

Dar passos todos os dias, passos de fé, independentemente do momento. Entender que aquilo que depende de você, é você quem deve fazer sem medir esforços, sem se descuidar e tem que ser hoje! Se você crer, poderá fazer coisas incríveis independentemente do que acontecer! 

Escolher bem a semente e nunca parar de plantar! Não deixe que detalhes, pensamentos, sentimentos, uma crítica – chamo isso de detalhes – roubem oportunidades grandes que estão diante de você. Se você quer uma nova vida, precisa cuidar dela, protegê-la, não pode abandoná-la. Você precisa crescer com os obstáculos e não travar e desistir. Tome uma decisão e chega de perder oportunidades! Vamos crescer! 

A Bíblia nos ensina a caminhar de fé em fé, de glória em glória, a saber, sempre para uma glória maior! Como está escrito, prosseguir para esta jornada de força em força, não é de força em desânimo, abatimento, entrega; é de força em força. 

Às vezes, passamos pelo vale de Baca, que significa lágrimas, mas podemos transformá-lo num vale de bênçãos. Vamos ouvir muito, “Você não vai conseguir”, “Não vale a pena nem tentar, é impossível”; mas quando nós confiamos em Deus, cremos naquilo que estamos lendo e coope- ramos fazendo aquilo que nos cabe, fazendo o que depende de nós, somos alçados e ascendemos em vitórias. Não é porque não deu certo que não vai dar de jeito nenhum. Discipline a sua frustração, continue semeando e aprenda com a parábola do semeador. O Semeador – que é Deus – mesmo tendo perdas, não parou de lançar a Semente que é a Palavra. O primeiro, o segundo e o terceiro grupo foram roubados, por detalhes. A oportunidade de frutificar estava lá mas foram vencidos por coisas pequenas e o quarto, que é a semente que caiu em boa terra, frutificou, deu uma boa colheita e, mesmo assim, vemos que uns tiveram uma colheita de cem, outros de sessenta e outros de trinta. Creio que se alguém conseguiu colher cem vezes mais é porque é possível. Se você estiver colhendo somente trinta ou sessenta, existe alguém que está colhendo cem. 

Se vemos diante de nós a oportunidade de “mais”, então vamos ver o que é que aquele que colhe cem está fazendo e vamos fazer também. Nós podemos ter uma colheita de cem e porque vamos aceitar a de sessenta ou de trinta?

Recomendo que você medite em Mateus 13.1 ao 23. Nessa passagem, eu encontro aqueles que são vencidos por coisas insignificantes, porque focaram mais a dificuldade do que a oportunidade. Eu aprendo a lição de que sempre é possível mais, pois mesmo os que representam a boa terra ainda podem estar aquém. É possível “mais”!

Eu creio que é preciso uma decisão e uma visão de que fomos projetados para algo melhor. Olhando para uma taturana podemos aprender muito porque este bicho feio, que parte da vida passa rastejando, orientada pelo instinto, um dia sobe numa árvore, encontra uma folha, se prende ao cabinho dela, num esforço tece um casulo, passa por um processo e quando termina, com muito esforço abre o casulo. Uma vez livre, com as asas já secas, a criatura que passou a vida rastejando, um bicho feio, agora está lindo e pode voar. Ela foi projetada para “mais”! Você foi projetado para “mais”. 

Levante-se agora e vamos! Deus é com você! Ele o ama e é tempo de vencer. 

Conte com as minhas orações sempre.

Cléo Ribeiro Rossafa

Vida e Fé, assista agora:

Curta nossa Página no Facebook